francoatiradora


24/11/2009


Após um tempão sem postar, coloco um texto que achei muito legal, tirado do site http://sethgodin.typepad.com/seths_blog/2009/06/you-matter.html

 

You matter

When you love the work you do and the people you do it with, you matter.

When you are so gracious and generous and aware that you think of other people before yourself, you matter.

When you leave the world a better place than you found it, you matter.

When you continue to raise the bar on what you do and how you do it, you matter.

When you teach and forgive and teach more before you rush to judge and demean, you matter.

When you touch the people in your life through your actions (and your words), you matter.

When kids grow up wanting to be you, you matter.

When you see the world as it is, but insist on making it more like it could be, you matter.

When you inspire a Nobel prize winner or a slum dweller, you matter.

When the room brightens when you walk in, you matter.

And when the legacy you leave behind lasts for hours, days or a lifetime, you matter.

Você é importante 

Quando você ama o seu trabalho e as pessoas com quem você trabalha, você é importante.

Quando você é tão generoso e gentil e sabe que pensa em outras pessoas antes de pensar em você, você é importante.

Quando você transforma o mundo num lugar melhor do que quando você o encontrou, você é importante.

Quando você continua a elevar os padrões do que você faz e de como você faz, você é importante.

Quando você ensina e desculpa e ensina mais antes de correr para julgar e denegrir, você é importante.

Quando você toca as pessoas em torno de você através de ações (e palavras), você é importante.

Quando crianças crescem querendo ser como você, você é importante.

Quando você vê o mundo como ele é, mas insiste em torná-lo mais parecido com o que ele poderia ser, você é importante.

Quando você inspira qualquer pessoa, você é importante.

Quando o lugar se ilumina por causa da sua entrada, você é importante.

E quando o legado que você deixa dura por horas, dias ou por uma vida inteira, você é importante.

Escrito por Fabiana Franco às 22h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

15/11/2009


Os Três Reis Magos

 

Deus me deu seis presentes. De um local de trabalho herdei três anjos (duas mulheres e um homem). Agora, no emprego atual, são os Três Reis Magos.

Faço uma alusão à história desses homens que fizeram parte da vida de Nosso Senhor.

Segundo o site Wikipédia:

Melquior, Baltasar e Gaspar são personagens da narrativa cristã, que visitaram Jesus após seu nascimento. Os Magos ofereceram-lhe três presentes. Melquior entregou-lhe ouro em reconhecimento da realeza. Gaspar, incenso em reconhecimento da divindade. E Baltasar, mirra em reconhecimento da humanidade.

Melquior era velho de cabelos e barbas brancas. Gaspar era moço, de vinte anos, robusto. E Baltasar era mouro, de barba cerrada e com quarenta anos.

Quanto a seus nomes, Gaspar significa “Aquele que vai inspecionar”, Melquior quer dizer “Meu Rei é Luz”, e Baltasar se traduz por “Deus manifesta o Rei”.

 

PS: Assim como faço com os anjos, NUNCA abandonarei e NUNCA me esquecerei dos Três Reis Magos. Agradeço a Deus por ter colocado vocês seis na minha vida!

No dia a dia faço questão de dizer e agora repito: AMO MUITO VOCÊS!

 

 

Escrito por Fabiana Franco às 07h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/11/2009


"Palmas" de Ouro

 

 

Vitimado por um AVC (Acidente Vascular Cerebral), faleceu na madrugada de sábado, dia 7 de novembro, em São Paulo, o cineasta Anselmo Duarte. Seu corpo é enterrado em Salto, nossa cidade natal.

Usei o pronome "nossa" porque também nasci nesse município. Como jornalista, tive o prazer de estar presente quando este ilustre cidadão saltense apareceu publicamente pela última vez. No dia 31 de julho deste ano ele foi homenageado na inauguração da Sala Palma de Ouro, no CEC (Centro de Educação e Cultura), em Salto. Pude registrar aquele momento com uma bela foto.

 

Também não esqueço daquela cena, antes de parar para a pose. No final de uma longa apresentação da releitura de "O Pagador de Promessas" - na qual o senhor Paulo Maluf estava e saiu de fininho com seus seguranças -, Anselmo já deveria estar cansado e querendo ir embora.

 

Mesmo assim, parou por alguns instantes para atender as pessoas que se aglomeravam em frente ao palco. Quando abordamos Anselmo para tirar uma foto, soltou uma de suas frases diretas: "Pra quê foto?". Durante a homenagem, também foi hilária a hora que ele assistia a si mesmo no telão e comentava com quem estava ao lado. Porém, como ele não ouvia bem, falava muito alto.

 

Um outro evento em que ele demonstrou sua dificuldade de audição foi na solenidade de posse da Academia Saltense de Letras (ASLe), onde Anselmo se tornava um imortal. Em pé, ele se esforçava para acompanhar a execução dos hinos. Vendo sua dificuldade, o secretário da Cultura e Turismo Valderez Antonio da Silva disse para que ele se sente. Porém, Anselmo não conseguia entender. Valderez repetiu mais duas vezes até que Anselmo gritou: "Fale mais alto porque não estou ouvindo".

 

Enfim... esta é minha homenagem a Anselmo Duarte. Um saltense que tornou o nome de Salto conhecido pelas coisas boas que têm. Pra onde quer que vá, que ele seja recebido com "Palmas" de Ouro.

 

PS: O falecimento do cineasta é tema de diversos sites e dos blogs: http://talison.paiva.zip.net/; http://palavrastodaspalavras.wordpress.com/2009/11/08/anselmo-duarte-por-hamilton-alves-florianopolis/; http://colunas.epoca.globo.com/menteaberta/tag/anselmo-duarte/; e http://blogs.r7.com/rubens-ewald-filho/2009/11/07/perdemos-anselmo-duarte/ (Sim, Rubens Edwald Filho. Em Salto ele teve a consagração que mereceu!)

 

Jorge, Anselmo e eu, na inauguração da Sala Palma de Ouro

 

 

 

 

 

Escrito por Fabiana Franco às 10h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

02/11/2009


Final de semana maravilhoso!

 

Feriado prolongado acabando e agora volto a assumir meus compromissos. Porém, antes de trabalhar um pouco, quero dividir com todos – e agradecer os envolvidos – pelo maravilhoso final de semana que tive.

Pra começar, na sexta-feira revi meus queridos amigos da pós. Estava morrendo de saudade da turma. Pena que muitos não puderam ir à casa da Malu. Porém, os que foram se divertiram muito e colocaram o papo em dia. Karina, Tuco, Malu, Carlos, Emerson e Letícia: AMEI!

 

No sábado à noite fui à uma festa de debutante. Fazia uns 6 anos que eu não ia a um evento desse tipo (desde o niver da Denise, minha querida aluna do curso de inglês). Tudo estava perfeito na comemoração do aniversário da Gabriela, filha do amigo Miranda. Rolou até uma baladinha com a garotada...huahuahuahuahauahauaha. AMEI!

 

O almoço do domingo foi muito especial. Uma lasanha deliciosa e muita conversa boa na casa do meu anjinho Fabi e da mamãe Martinha (e do Gustavo, que em fevereiro vai brilhar e reinar entre a gente). AMEI!

 

No feriadão de segunda-feira, minha queridona fada madrinha Mônica (ELA EXISTE MESMO? rs) fez um churrasco divino numa chácara e passamos um dia lindo, junto com sua família e amigos abençoados. AMEI!

 

Pra terminar, fui tomar açaí com meu amor, que me acompanhou em todos os momentos. AMEI (e AMO!)

 

Agora estou de férias, mas não pretendo descansar não. Vou colocar minhas coisas e minha vida no lugar. Também não tirarei folga dos meus amigos. Quarta-feira verei a Monikinha de novo e ganharei aquele “UTA”. Domingo vou almoçar com os padrinhos mágicos Grazinha e Shig (saudade que dói). Na outra semana irei rever a Dri (Adriana), que mora atualmente no Espírito Santo e não vejo há mais de 4 anos. E dia 18 vou almoçar com pessoas muito especiais: Quel, Cirlene, Aline e o Tatá, meu amorzinho (http://talison.paiva.zip.net/).

 

Por enquanto, esta é a programação para os próximos dias. Espero que a agenda aumente porque ainda tem espaço. Convites irrecusáveis de pessoas incomparáveis  = ))

Escrito por Fabiana Franco às 20h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

28/10/2009


Confiança

 

No último fim de semana conversei com uma pessoa a qual quero muito bem. Ela me confidenciou alguns fatos que têm acontecido em sua vida.

Em resumo, posso dizer que ela está sofrendo muito em seu ambiente de trabalho. Isto porque é obrigada a trabalhar com pessoas que não confiam nela. A todo momento é julgada pelo que fez e, principalmente, é acusada por aquilo que não fez.

Muitas vezes chega a ser isolada e também é motivo de chacota pelo grupo.

Também me confessou que tem mudado o seu comportamento em razão dessa situação, o que eu acho muito triste porque ela tem o brilho próprio que acaba sendo ofuscado pela opinião dos demais.

Confiança é tudo nessa vida. É a base de qualquer relacionamento, seja ele pessoal ou profissional. Quando a pessoa é íntegra e correta em suas atitudes, a pior coisa para ela é ser julgada e condenada por algo que não cometeu.

Mas, tenho certeza que há um lugar maravilhoso esperando pela competência e carisma dessa pessoa. Um lugar onde poderá brilhar e ser admirada como verdadeiramente és!

Como essa pessoa me diz, devemos desejar "para as pessoas tudo o que desejo pra mim, pois volta em dobro: conhecimento, serenidade e paz.”

 

Escrito por Fabiana Franco às 18h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

21/10/2009


Seis anos

Nossa... o tempo passou e a gente não percebeu. Nem parece que há 12 anos nos conhecíamos melhor - já que, à primeira vista, quando tínhamos 15 anos de idade, não "íamos um com a cara do outro" (rs). Neste sábado, dia 24 de outubro, comemoramos seis anos de casados. Abismado

Naquela noite de sexta-feira, em 2003, na Igreja São Benedito, reunimos no altar nossos anjos (meus pais Carlos e Rosa; os seus pais Alfredo e Lourdes; e os amigos Adalberto, Michele, Graziele, Eduardo, Maximiliano, Thaís, Mônica, Valdir, Fernando, Márcia, Gisele e Shigueru).

Quanto estresse antes... quanta reflexão. Quantos sentimentos, ao mesmo tempo, no depois.

Enfim, chegamos aqui. Um ensinando o outro, um aprendendo com o outro.

 

Por tudo que DEUS fez e tem feito na minha vida, em todos os sentidos, posso afirmar: Ele realmente sempre sabe o que faz!

 

Anderson... obrigada por existir na minha vida.

 

        

 

 

 

Escrito por Fabiana Franco às 08h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

18/10/2009


Don’t be surprised if I love you...

 

Você surgiu em minha vida quando eu mais precisava. Parece até que foi ontem porque, pra mim, o tempo sempre foi relativo.

A cada dia me ensina um pouco mais sobre a vida, sobre como devemos ser uns com os outros. É a pessoa que eu mais confio nesse mundo.

Já passamos por momentos bons e ruins. Brigas acontecem, mas o diálogo, o amor e a compreensão superam tudo.

Amo seu jeito de ser: sincero, transparente. Amo sua generosidade e sua maneira de se doar às pessoas que ama.

Amo seu sorriso e o modo como me olha nos olhos, me beija e me abraça.

Enfim, EU AMO VOCÊ!

 

 

HEAD OVER FEET - ALANIS MORISSETTE 

 

Eu não tive escolha a não ser ouvir você
Você contou sua história sem parar
Eu pensei sobre ela

Você me trata como uma princesa
Eu não estou acostumada a gostar disso
Você me pergunta como foi meu dia

Você já me conquistou mesmo contra a minha vontade
Não se assuste se eu me apaixonar
Não se surpreenda se eu lhe amar por tudo o que você é
Eu não pude evitar
É tudo culpa sua

Seu amor é enorme e me engoliu inteira
Você é muito mais corajoso do que eu pensava
Isso não é da boca pra fora

Você é o mensageiro de coisas incondicionais
Você segurou a respiração e a porta para mim
Obrigada pela sua paciência

Você é o melhor ouvinte que eu já conheci
Você é meu melhor amigo
Melhor amigo com vantagens
O que me fez demorar tanto?

Eu nunca tinha me sentido tão bem assim
Eu nunca quis algo racional
Eu sei disso agora
Eu sei disso agora

 

http://www.youtube.com/watch?v=cQJ4_QgLwLc

Escrito por Fabiana Franco às 20h18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

15/10/2009


Relações simbólicas e relações diabólicas

 

Estou lendo o livro “Quem me roubou de mim? O sequestro da subjetividade e o desafio de ser pessoa”, do padre Fábio de Melo, que um querido amigo me emprestou.

Mais do que um sermão, o autor transmite conceitos de vida e nos faz refletir sobre o que somos. Muitos trechos, inclusive, vão além e nos permite analisar os relacionamentos entre as pessoas.

Na pág. 132, padre Fábio aborda as relações simbólicas e as relações diabólicas. Ele explica que símbolo é tudo aquilo que estabelece vínculo e que favorece alguma forma de compreensão. E diabólico é tudo aquilo que corta o caminho e favorece a perda do rumo.

Para traduzir melhor o que significa cada palavra, o autor cita alguns exemplos, os quais transcrevo abaixo:

“Quando dizemos que uma pessoa é iluminada, nosso jeito de dizer já está marcado pelo poder da linguagem simbólica. Há alguma coisa na pessoa que nos faz reconhecer as características que são próprias da luz (...)”

“O tempo todo, conscientes ou não, estamos estabelecendo pontes com pessoas que encontramos, isto é, estamos sendo simbólicos; ou então estamos destruindo os lugares de travessia, assumindo assim a condição de diabólicos (...)”

“Relações simbólicas são capazes de nos fazer voltar para o que somos. Relações diabólicas nos distanciam de nós mesmos.”

“O diabólico desintegra, mas o simbólico congrega. Por isso, quanto maior for o número de relações simbólicas estabelecidas, maior será o processo de conquista de si mesma que a pessoa viverá.”

 

PS: Qual o tipo de relação que anda fazendo parte de sua vida?

Escrito por Fabiana Franco às 08h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

13/10/2009


Por que o rato entrou na igreja?

 

Essa história bem que merecia uma charge do Maurício Ricardo (aquele que desenha e canta aquelas idiotices do Big Brother).

Domingo de manhã fui à missa dedicada às crianças, na igreja Nossa Senhora do Monte Serrat, presidida pelo espirituoso padre Paulo André Labrosse. Até aí tudo bem, tudo normal.

De repente ouve-se um zum-zum-zum na igreja. Uma senhora não estava passando bem. Ok. Estas coisas acontecem.

Porém, durante a consagração do Corpo e Sangue de Cristo, eis que novamente as pessoas ficam inquietas. Achei que alguém estava com mal estar. Foi muito estranho a assembleia começar a se mexer daquele jeito.

O padre lá do altar, sem entender nada, começou a perguntar para os ministros ao lado o que estava acontecendo. Por fim, continuou a missa.

Quando me toquei do que realmente se tratava aquele alvoroço na igreja, o assunto surgiu perto do meu pé: era um rato.

O bicho correu por debaixo dos bancos e se escondeu. Porém, ninguém mais, dali do fundo, conseguia prestar atenção no que o padre dizia e só ficava olhando para o chão. Algumas mulheres, inclusive, ficaram em pé sobre aquele suporte do banco onde as pessoas se ajoelham. (Em tempo: você sabia que aquilo onde se ajoelha - principalmente os noivos durante o casamento – se chama genuflexório? Eu não.. rs)

Continuou-se a missa. De repente, o bichinho surge novamente, só que desta vez no corredor, pulando de alegria (ou desespero). Foi aí que o padre viu o porquê de tanta agitação dos fiéis.

E novamente o rato veio em minha direção. “Aff”! Que medo! Pra mim, que morro de medo desse bicho, ele era gigante. Então, tratei de ficar em pé novamente naquele “negócio”. Uma moça, na minha frente, chegou a subir no banco.

Um moço, mais corajoso e com iniciativa, esperou o rato passar pelo corredor de novo e meteu-lhe uma bicuda, que fez o pobre animal rodopiar. Mas, o danado ainda tinha alguns minutos de vida e conseguiu se enfiar por meio dos bancos.

Não sei como mataram o rato, mas vi um senhor pegando-o pelo rabo e levando o cadáver para fora da igreja. Nessa hora, o padre bateu palmas e o público todo respondeu. Paulo André - figura como ele só - ainda disse: “Como vocês são malvados!”

Para terminar, após os tradicionais recados antes da benção final, o padre avisou: “Semana que vem será a missa de 7º dia do ratinho”. Foi só risada!

 

PS: Depois do ocorrido lembrei-me daquela piadinha sem graça: "Por que o cachorro entrou na igreja? Porque a porta estava aberta". Aff! rsrsrsrsrs

Escrito por Fabiana Franco às 18h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

07/10/2009


Viva com Entusiasmo!

 

 

 

Assisti ontem à palestra do prof. Marins sobre Motivação X Crise. De tudo que ele falou, guardo especialmente as frases do cartão que entregou para algumas pessoas, inclusive pra mim.

 

Estão aqui as dicas, que estão no verso do cartão:

 

1. Afaste-se de pessoas negativas e notícias ruins;

2. Valorize suas ideias e intuições. Acredite em você;

3. Não reclame. Nunca fale mal dos outros;

4. Ilumine tudo com muita luz. Luz é cor. Luz é alegria;

5. Tenha foco no que deseja. Não disperse sua energia;

6. Invista em você. Não fique parado. Estude. Aprenda;

7. Surpreenda! Faça mais do que esperam de você;

8. Preste atenção ao detalhes. Faça tudo com perfeição;

9. Cuide-se. Goste de você. Vista-se bem;

10. Não chore! Mude! Aja! Erre! Só não erra quem não faz!

 

(Prof. Luis Almeida Marins Filho)

 

Veja também o blog http://talison.paiva.zip.net/, do meu BFF Tálison.

 

 

Escrito por Fabiana Franco às 11h33
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

06/10/2009


QE

 

 

Em seu livro “Inteligência Emocional” (1995), o psicólogo americano Daniel Golemano afirma que o sucesso de uma pessoa depende de seu QE (Quociente Emocional), e não de seu QI (Quociente de Inteligência) .

 

 

Segundo especialistas em recursos humanos, as três competências básicas que as empresas mais procuram em seus funcionários são: habilidade de comunicação, relacionamento interpessoal e iniciativa.

 

Pessoas com alto índice de QE passam confiança e tranquilidade no ambiente de trabalho. Dessa forma, transmitem maior segurança, felicidade e motivação a todos que convivem com elas.

 

Para saber se tem um bom QE, reflita se:

 

Você tem poder de persuasão?

Tem capacidade de liderar equipes?

Consegue entender as palavras não ditas por sua equipe?

Comunica-se com as pessoas de modo que todos o entendem?

Quase sempre se mantém calmo e otimista, mesmo em momentos difíceis?

Admite seus próprios erros?

Sempre encontra tempo para as pessoas e mantém suas promessas?

Assume a responsabilidade por suas metas e vai à luta?

É bastante orientado para resultados?

Não se nega a fazer sacrifícios para atingir suas metas?

Quando algo sai errado, você não põe a culpa nas pessoas?

Os valores da sua equipe e da empresa influenciam suas decisões?

Você trabalha com a expectativa do sucesso e não com o medo de falhar?

 

Certifique-se de estar constantemente desenvolvendo sua inteligência emocional, pois ela será um dos pilares do marketing pessoal que impulsionará sua carreira.

Escrito por Fabiana Franco às 16h17
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

03/10/2009


Dê valor enquanto há tempo

Quando era criança, não tinha muitos amigos. Tinha aquele grupinho da escola, a criançada da vizinhança, os primos...

Mas, com o passar dos anos, fui descobrindo o quanto as pessoas se tornam essenciais na vida da gente. E, atualmente, graças a Deus, posso dizer que meus amigos totalizam mais do que os dedos de uma mão.

São pessoas que me conhecem de verdade, que sabem o que penso sobre as coisas, sobre a vida.

São pessoas que confio e que confiam em mim.

São pessoas que nunca quero magoar ou decepcionar.

Enfim, são pessoas que valorizo muito e quero ter sempre por perto.

 

Anderson

Carolina

Fabiano

Graziele

Jorge

Luana

Maria Lúcia

Mônica

Robson

Shigueru

Tálison

 

PS: Sempre dei importância às amizades. Porém, cada vez mais sinto que devemos dar valor às pessoas enquanto há tempo.

AMO TODOS VOCÊS!

 

Escrito por Fabiana Franco às 18h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

30/09/2009


Não tente mudar o mundo. Mude você!

 

 

Sabe aquelas pessoas que culpam o mundo todo por suas desgraças, mas que não conseguem enxergar o seu próprio mundo? Você é assim? Já conheceu gente assim?

 

Há indivíduos que arrumam mil desculpas para não “se jogar” na vida. Sempre há algo ou alguém o impedindo de fazer algo: ou é o tempo, ou o dinheiro, ou a família, ou “o que os outros vão pensar”, ou o medo...

 

O medo do depois é um grande impedimento para o avanço. Mas, você já se perguntou: “Por que não?”

 

Às vezes nós tentamos mudar tudo, menos nós mesmos. 

Mude você antes! Pelo menos o primeiro passo será dado...

 

 

Escrito por Fabiana Franco às 22h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

29/09/2009


Voluntarie-se!

 

 

Hoje, já de manhã, soube de algo muito legal. Um empresário de Salto, dono de uma grande loja, está realizando um trabalho voluntário numa entidade local. Pelo que me contaram, vai duas vezes por semana, em dias e horários fixos. Achei super interessante.

 

Sinto orgulho em dizer que realizei atividades assim. Por cerca de oito anos colaborei com o jornal “O Evangelizador”, da paróquia São Benedito. Conheci pessoas maravilhosas – Zé Carlos, Valdir, Cidinha, Luis, Bia, Tatiane, Fabiano, etc, além dos integrantes das outras Pascom (Pastoral da Comunicação). Também aprendi muito nesse período.

 

As experiências foram inúmeras: fotografar procissão, missa, casamento, romaria, visita do bispo dom Amaury (falecido); levantar às 5h para fazer programa de rádio; fazer leitura e participar da coleta ...

 

Em vários momentos me emocionei: na ordenação do meu amigo Agnaldo (que hoje é padre); na saída do padre João Marrom; nos batizados dos bebês, nas missas do Sábado de Aleluia; entre outros.

 

Enfim, sou grata por tudo. É um tipo de valorização, de orgulho, que não há dinheiro que pague. Admiro muito quem dedica seu tempo em prol dos outros.

 

Para quem se interessar, há vários sites dedicados ao assunto. Alguns deles são: www.forcavoluntaria.org.br; www.voluntariosonline.org.br; www.voluntarios.com.br.

 

Voluntarie-se! Depois você me conta a transformação na sua vida ; )

 

Escrito por Fabiana Franco às 15h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

28/09/2009


E, no fim, a crise é dos Trabalhadores!

 

Após quase quatro meses de negociação, finalmente o Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo definiu qual será o aumento para os profissionais do interior e litoral, e também os de assessoria de imprensa. Conforme divulgado no site www.sjsp.org.br, haverá um acréscimo de menos de 6% sobre o piso.

O interessante é que a campanha salarial de 2009 da entidade tinha como lema “A Crise não é dos Trabalhadores”. Agora, podemos passar a frase para o tempo passado: “... não era...”

 

Muito tem se falado sobre o cenário negativo da imprensa no mundo todo. Nos Estados Unidos, por exemplo, nos dois primeiros trimestres do ano, os investimentos em propaganda foram reduzidos em 28,3% e 29%, respectivamente, em comparação ao mesmo período no ano passado. A poucos dias do fim do terceiro trimestre, uma reportagem do jornal “The New York Times” mostrou a expectativa de uma nova queda, em torno de 25%. Embora os especialistas do setor de mídia festejem a recuperação gradual de alguns veículos, acreditam que os jornais serão os últimos a ter o que comemorar.

 

Na última semana, até o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se pronunciou sobre o assunto e demonstrou preocupação com a situação do segmento. Em entrevista para editores dos jornais “Pittsburgh Post-Gazette” e “The Blade”’, o político defendeu as publicações como elemento vital para a “saúde da democracia americana”. E criticou o jornalismo praticado nos blogs.

“Acho preocupante o tipo de informação que circula nos blogs, sem investigação séria, sem tentativas de contextualizar as matérias. O que pode acontecer são pessoas gritando umas com as outras no vazio, sem compreensão mútua”, disse o presidente, que se declarou um apaixonado pela imprensa. “Espero que as pessoas comecem a entender que, quando se lê um jornal pela internet, aquilo não é gratuito. Precisamos encontrar um modelo de negócio que sustente isso”, concluiu.

 

Algumas iniciativas estão sendo conduzidas no congresso dos Estados Unidos com o objetivo de ajudar economicamente a indústria de jornais impressos. O senador Ben Cardin, do Partido Democrata, por Maryland, por exemplo, propôs o “Newspaper Revitalization Act” (Ato de Revitalização dos Jornais), cujo propósito é dar apoio fiscal às empresas que apresentarem uma reestruturação de seus modelos de negócio. A proposta ainda não foi aprovada, mas Obama acenou com a possibilidade do Governo ajudar em sua aprovação, assim como fez com as grandes corporações afetadas pela crise financeira mundial.   

 

Fonte: site “Nós da Comunicação”

 

Escrito por Fabiana Franco às 17h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SALTO, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Viagens, Livros
MSN -

Histórico